Coordenadoria da Infância realiza palestra sobre abuso sexual contra meninos

Qua, 03 de Agosto de 2011
Escrito por Patricia Sausanavicius Gabriel

15 de OUTUBRO de 2018

 

Assistente Social Fabiana Carvalho falou sobre o tema.

A Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça de São Paulo (CIJ) realizou, nesta quinta-feira (11), a palestra “O Abuso Sexual Contra Meninos: A Invisibilidade Construída”, em parceria com a Escola Paulista da Magistratura (EPM). 850 pessoas acompanharam o evento presencialmente, na Sala do Servidor do Fórum João Mendes Júnior, ou por transmissão on-line.  Na abertura, o coordenador do CIJ, desembargador Eduardo Cortez de Freitas Gouvêa, saudou a palestrante Fabiana Aparecida de Carvalho, assistente social do Tribunal e professora em Serviço Social pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), mestre em Educação também pela Unesp, doutora e pós-doutoranda em Serviço Social pela PUC-SP. “Fabiana nos brindará com uma palestra sobre um assunto muito tormentoso, para que os abusos sexuais não permaneçam na obscuridade”, disse.

As informações compartilhadas por Fabiana foram apuradas em sua tese de doutorado. Quando iniciou a pesquisa acadêmica, promoveu levantamento de 118 trabalhos sobre abuso sexual de menores, mas apenas dois se referiam diretamente a violência contra meninos. “Me pareceu haver uma lacuna nesses trabalhos. É um tema tão espinhoso, tratado com superficialidade”, observou. Segundo a professora, o abuso sexual cometido contra meninos precisa ser discutido para se acabar com o tabu, pois, historicamente, o homem é visto como sinônimo de virilidade, como alguém que deve defender sua honra e omitir a dor. “O menino também pode ser agredido”, destacou. Na opinião da especialista, conforme as pessoas tiverem menos dificuldade de falar sobre o tema, será mais fácil identificar os casos, realizar o tratamento das vítimas e identificar os agressores.

Ao final da exposição, a palestrante respondeu a perguntas do público e recebeu um certificado pela participação no evento, entregue pelo juiz da Vara da Infância e da Juventude do Foro Regional de Penha de França e integrante da CIJ, Paulo Roberto Fadigas Cesar.

Comunicação Social TJSP – AS (texto) / RL (fotos)

Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.